Acontece no CEV - Unidade Frei Serafim celebra entrega de medalhas olímpicas aos estudantes CEV Colégio

CEV Colégio

Acontece no CEV

Unidade Frei Serafim celebra entrega de medalhas olímpicas aos estudantes

A solenidade de entrega das medalhas olímpicas aos alunos do CEV Colégio unidades Frei Serafim e Tibério Nunes foi um momento de realização e celebração inesquecível. Participaram os campeões de competições como OBMEP, OBQ, OBF e Olimpíada Canguru de Matemática.

Segundo o coordenador das turmas olímpicas do CEV, Sérgio Roberto, os alunos são preparados para novos conhecimentos através de aulas específicas que não fazem parte do dia a dia de sala de aula, e são voltadas para a participação de olimpíadas durante todo o ano. 

“O projeto tem uma programação totalmente diferente, onde além de buscar a conquista das medalhas, a gente busca também a questão do conhecimento. Algo diferenciado, que vai trazer resultados positivos tanto para nossos alunos como para os professores”, declara o coordenador. Sobre a entrega de medalhas, Sergio afirma ser um momento de gratificação para os alunos, pais e mestres. “Conseguir uma medalha olímpica científica não é fácil, pois exige um grande empenho e dedicação. Então é muito gratificante para os alunos, familiares e professores”, completa.

Para Moisés Amorim, estudante do IME/ITA Tibério Nunes, a sensação de ser medalhista é de dever cumprido: "É uma recompensa por todo o esforço e toda a disciplina que tivemos  para estudar”, afirma Moisés.

A estudante do IME/ITA, Eduarda Braga, também da Unidade Tibério Nunes, conta que é preciso dedicação e foco para ser medalhista. “É realmente se dedicar, focar naquilo que você quer e muitas horas de estudos. Pois não é fácil, traz muita dificuldade e pressão, mas no final vale muito a pena”, garante Eduarda.

Gabriel Oliveira, estudante do Ensino Médio da Unidade Frei Serafim, diz que encontrou dificuldades na preparação para as olimpíadas, mas foi achando meios de superá-las. “No começo as questões de olimpíadas certamente estão em um nível acima, então o que eu fiz para chegar a esse nível foi progredir de questões básicas até os níveis de mais avançados, e deu certo”, finaliza o estudante.