Acontece no CEV - Perseverança, dedicação, método CEV: aprovação! CEV Colégio

CEV Colégio

Acontece no CEV

Perseverança, dedicação, método CEV: aprovação!

Edivaldo Júnior tem 19 anos e foi aprovado em 3º lugar no SiSU 2021, para o curso que tanto sonhou: Engenharia de Produção, na Universidade Federal do Piauí – UFPI. Assim como ele, muitos outros estudantes CEV comemoram o resultado, que veio mesmo depois de um ano com tantos desafios. Uma trajetória de perseverança e superação.

Aprendente CEV desde o 6º Ano do Ensino Fundamental, Edivaldo garante que o caminho não foi fácil, mas foi ao mesmo tempo, engrandecedor. “Eu tive muitos momentos de altos e baixos no colégio, quando cheguei ao CEV tinha uma base de escola de bairro muito fraca. No primeiro ano reprovei e foi dali em diante que prometi pra mim mesmo e para minha mãe, que não deixaria mais isso acontecer. O CEV me ensinou a gostar de estudar”, frisa.

Já no 2º ano, o estudante decidiu participar da turma IME/ITA, coordenada pelo diretor pedagógico Teixeira Neto, foi assim que em sua primeira vez como vestibulando Edivaldo conseguiu ser aprovado nos cursos de Matemática e Engenharia Mecânica, que decidiu não cursar, pois ainda não era a profissão desejada. “Em 2020, resolvi fazer o Med Kennedy e recebi todo o apoio necessário para o que queria. Foi um ano difícil, minha saúde mental foi muito afetada, mas os professores vestiram a camisa da escola e não me faltou apoio, tem uma plataforma organizada, aulas gravadas e muito material. Durante a pandemia, se não fosse o suporte que o CEV me deu eu teria desistido dos meus estudos”.

Para Teixeira Neto, um estudante da turma IME/ITA possui plena capacidade para ser aprovado em quaisquer cursos que ele desejar, pois são alunos de garra, com um desejo insaciável de aprender mais. Segundo ele, essa era uma das características de Edivaldo. “Fiquei extremamente feliz quando vi o excelente resultado dele, pois eu não tinha dúvidas que, mesmo com as particularidades que a pandemia trouxe, eu conhecia o compromisso dele e sabia que em casa ou na escola, ele seguiria o plano, se dedicaria aos estudos e chegaria na aprovação. E assim foi”, comemora o diretor. 

Edivaldo finaliza agradecendo aos seus professores e falando sobre a melhor formação que recebeu, a humana. “Só tenho memórias afetivas de todo esse tempo no colégio, do clima de amizade sempre presente, das gincanas, dos colegas. O CEV além de me formar como estudante me formou como uma pessoa de caráter, aprendi sobre respeito ao próximo e que para ser um bom profissional, precisamos primeiro ser bons seres humanos”.