Acontece no CEV - “O Vale do Silício é mais do que um lugar, é um mindset”. O dia-a-dia da estudante que conheceu o maior polo tecnológico do mundo. CEV Colégio

CEV Colégio

Acontece no CEV

“O Vale do Silício é mais do que um lugar, é um mindset”. O dia-a-dia da estudante que conheceu o maior polo tecnológico do mundo.

Dando início ao seu processo de internacionalização do ensino, o CEV Colégio firmou parceria com a Start Se, startup do ramo educacional que cria programas de intercâmbios focados no empreendedorismo, e acabou de levar a estudante Giovana Fontenele, de 16 anos, para viver uma das maiores experiências da sua vida acadêmica.

Giovana fez os testes de fluência e foi a grande sorteada com o patrocínio do Colégio, para uma semana de uma imersão no Vale do Silício, o maior polo tecnológico do mundo, localizado na Califórnia (EUA). Realizado de 19 a 25 de janeiro, o programa e Tomorrow Learning, da Start Se, apresentou a estudantes do mundo inteiro, o berço de Universidades e Empresas Globais que estão transformando a forma de empreender, de aprender a se relacionar com o outro e revolucionando a maneira de consumir e fazer negócios.

Aluna da do 3º ano na turma de alta performance do CEV IME/ITA, Giovana estuda para ser engenheira de software e afirma que a experiência no Vale do Silício foi transformadora: “Foi uma experiencia incrível e uma oportunidade enriquecedora que me deram pra poder trazer todo esse conhecimento lá de fora pra cá e para aplicar na minha futura vida profissional”. A estudante diz ainda, que o Vale do Silício se mostrou muito mais do que ela esperava, trazendo perspectivas nunca imaginadas. “Eu aprendi que o Vale do Silício não é bem um lugar, uma região, é mais um mindset, um jeito de pensar. Tudo que eles fazem lá é voltado para o empreendedorismo e para a inovação”, frisa.

“O pensamento da maioria das pessoas que estavam lá era sempre de inovação, de fazer o diferente. A viagem foi muito boa e deu pra aprender muita coisa de basicamente tudo do que é preciso para poder inovar e crescer no mundo que a gente tá”, afirma a estudante.

Já no começo da imersão, a estudante se juntou a outros aprendentes para criarem um projeto de startup. A Startup da equipe de Giovana montou o projeto de uma máquina usando microalgas, com capacidade para puxar gás poluente e liberar oxigênio, sendo de extrema utilidade para a limpeza o ar das cidades. “Nossa ideia foi eleita pela banca como a mais legal, cada membro da equipe ganhou um apple watch e nos deram o certificado de conclusão do curso. Cada participante do programa da StartSe recebeu também uma Alexa, a assistente virtual desenvolvida pela Amazon”.

Como parte do roteiro, os estudantes também tiveram a oportunidade de conhecer empresas como Googleplex, CircuitLauch, B8TA Store, o Museu Internacional do Computador e a garagem onde começou a HP. “Fomos também em Stanford, uma das maiores universidades do mundo, para conversar com os universitários”.

“A experiência foi sensacional para a Giovana. A oportunidade de conhecer novas culturas, de conhecer um outro conceito de educação e aprimorar a língua inglesa, é um combustível para que ela alcance suas metas pessoais e profissionais. Giovana sempre foi muito dedicada e ávida pelo conhecimento, sempre buscou por conta própria o "plus" que ela desejava dos assuntos e das aulas que ela aprendeu. Foi isso que a trouxe para as turmas IME/ITA”, frisa Teixeira Neto, diretor das turmas de alta performance do Grupo.

Sobre o programa

Com o intuito de preparar o estudante para o mercado do futuro, o programa Tomorrow Learning da Start Se oferece todas as ferramentas e os recursos necessários nessa jornada. A ideia é proporcionar a esse aluno novas formas de pensar, trabalhar e pôr em prática os métodos e aprendizados de empreendedores que estão transformando o mundo, conhecendo as novas tecnologias exponenciais, inovações incríveis, startups de sucesso e novos modelos de negócios.