Acontece no CEV - Presencial e remoto: CEV Baby inicia ano letivo com muita alegria e segurança CEV Baby

CEV Baby

Acontece no CEV

Presencial e remoto: CEV Baby inicia ano letivo com muita alegria e segurança

O momento tão esperando por nossos pequenos estudantes e seus familiares chegou! A volta às veio para fortalecer ainda mais o vínculo entre a escola e a família, na construção de um ensino seguro, consciente e humanizado. Toda a estrutura escolar foi adaptada à nova realidade que vivemos e os protocolos de higiene devem ser seguidos por todos que optaram pelo retorno presencial. Vale lembrar que, o ensino remoto continua sendo opção para os pais que desejarem que os filhos permaneçam em casa.

Segundo a coordenadora Marli Oliveira a educação infantil só tem a comemorar com o início do ano letivo e toda a estrutura será oferecida para ambas as modalidades de ensino. “A volta às aulas é um dos momentos mais especiais para a escola e, como sempre, recebemos nossos alunos do infantil I ao V com muito acolhimento, alegria, carinho e, claro, toda segurança necessária. Aqueles que optaram por ficar em casa também terão todo o suporte necessário para um ensino efetivo e lúdico”.

A coordenadora enfatiza ainda a importância da volta presencial para a educação infantil. “É importante frisar que o ensino presencial oportuniza às crianças um desenvolvimento integral, maior participação nas relações sociais, bem como na elaboração de sua autonomia e de organização das emoções”, afirma.

Neste sentido, a escola inseriu dentro da dinâmica de sala de aula, o trabalho de orientação em relação aos cuidados diários de prevenção à Covid-19. Além do projeto Conviver, que trabalhará a questão socioemocional dos pequenos, as professoras também reforçarão os protocolos de higiene com as crianças por meio de conversas, contação de história, brincadeiras didáticas sobre o uso de máscara e distanciamento.

Juliany Paiva, psicóloga CEV, para a Educação Infantil, o retorno às atividades presenciais representa ganhos significativos em aspectos para além da parte pedagógica. “Nas séries iniciais, além das diferentes formas de estimulação de aprendizagem, são trabalhados pontos importantes, como a socialização. Sabemos que o momento é delicado e de readaptação, por isso a escola se encontra de braços abertos para o acolhimento e orientação de nossos aprendentes e familiares. No entanto, é importante compreender também que cada família vivencia uma realidade diferente, e por isso acolhemos aqueles que neste momento optam pelo ensino remoto, sempre buscando estar presentes e atentos às necessidades, dando suporte a cada um”, esclarece a psicóloga.

A administradora de empresas e professora universitária, Mayra Sales, que também é mãe do pequeno Caleb, do Infantil II, acredita que a volta ao ensino presencial pode trazer inúmeros benefícios para o filho, no que diz respeito à socialização e à questão emocional. “Caleb tinha toda a estrutura em casa para o ensino remoto, mas não reagiu bem ao isolamento, não verbalizava, ficou irritado, agressivo e introspectivo. Precisei da ajuda de terapeutas para reverter a situação”. Mayra completa ainda que a socialização se faz necessária para o aprendizado de crianças na faixa-etária do filho. “Criança precisa de criança, é se relacionando que ela se encontra no mundo, aprende pelo exemplo, além de se sentir feliz por estar em contato com amigos e professores”, afirma.

Preocupada com o bem estar do filho e da família como um todo, Mayra analisou questões importantes para esse retorno. “De início ficamos preocupados por causa dos avós de Caleb, mas percebemos a dedicação da escola em proporcionar segurança desde a entrada do aluno. As professoras em sala também nos passam bastante segurança, inclusive no que diz respeito ao emocional. A escola nos proporciona um atendimento humanizado e estão sempre acolhendo a criança com um sorriso”, finaliza.