Acontece no CEV - Comer bem é o melhor para poder crescer: aprendentes do CEV Baby contam, desde cedo, com o melhor acompanhamento nutricional! CEV Baby

CEV Baby

Acontece no CEV

Comer bem é o melhor para poder crescer: aprendentes do CEV Baby contam, desde cedo, com o melhor acompanhamento nutricional!

Uma alimentação adequada desde os primeiros anos de vida pode ser um fator determinante para o estabelecimento de uma vida adulta plena, saudável. E, nesse sentido, o CEV Baby surge como um dos grandes aliados dos pais na busca pelo equilíbrio alimentar que se faz tão indispensável à vida dos seus pequenos.

“A gente procura deixar as refeições sempre bem completas, fazemos avaliação nutricional das crianças ao menos duas vezes por semestre (para que sejam identificadas as crianças que estão ganhando peso, as que estão perdendo, possíveis dificuldades no processo de alimentação, alergias e intolerâncias, dentre outros fatores). Além disso, nós procuramos sempre trabalhar (levar em conta) a individualidade de cada um”, afirma Jamilla Ibiapina, uma das nutricionistas do CEV.

As crianças precisam ser protagonistas do processo

A parceria entre a família e a escola ganha, assim, uma importância enorme nesse contexto, tendo em vista os tantos cuidados que precisam ser considerados visando as melhores escolhas alimentares para os pequenos: “A alimentação precisa ser a mais natural possível, especialmente nos primeiros aninhos de vida. Ou seja, o ideal é que a criança possa consumir o mínimo possível de alimentos industrializados e o máximo possível de alimentos naturais, fazendo refeições em horários regulares e respeitando sempre os intervalos. Isso pode ser incentivado tanto em casa quanto na escola da forma mais dinâmica possível, trazendo autonomia para essa criança”, acrescenta Jamilla. Segundo ela, quanto mais a criança se sentir parte desse processo, mais facilmente ela vai se conscientizando acerca daquilo que precisa ser priorizado: “É importante que se inclua a criança na preparação de algum cardápio, ou na preparação do lanche, na organização da lancheira, favorecer o contato da criança com os alimentos, e, por consequência, uma alimentação mais completa e mais saudável”, assegura.

Maior tempo na escola, maiores cuidados com a alimentação

Os aprendentes CEV costumam trazer o lanche da manhã de casa. Já aqueles que desfrutam do nosso ensino integral fazem também o almoço e o lanche da tarde na escola, refeições essas inteiramente pensadas e produzidas por nossa equipe de nutricionistas: “A gente procura tornar as refeições as mais completas (e atrativas) possíveis, com fontes de carboidratos, proteínas, lipídios, preparações mais ricas em fibras, vitaminas e minerais mais biodisponíveis. Então, por exemplo, a gente procura fazer panquequinhas coloridas (para incentivarmos muitas vezes o consumo de couve, de beterraba, cenoura, dentre outros). Procuramos fazer cortes diferenciados, principalmente nas carnes, nas frutas e nos legumes (para que os alimentos fiquem mais dinâmicos e fáceis de serem introduzidos na alimentação das crianças)”, afirma Jamilla.  

Importância comprovada para além do presente

Tudo isso faz da presença dos nutricionistas na equipe multidisciplinar do CEV um dos nossos diferenciais mais importantes com relação à boa formação dos nossos pequenos aprendentes: “Muitas vezes, o adulto que vai desenvolver doenças como diabetes, hipertensão, ou obesidade as terá apenas como consequência dos maus hábitos alimentares que este teve desde a infância. E a escola oferecendo esse apoio faz com que a alimentação saudável na vida dessa criança seja mais presente, mais fácil de ser seguida pela existência do incentivo. Além disso, o profissional ajuda a tirar dúvidas dos pais, dos professores e também de outros funcionários”, finaliza.