CEV Vestibulares

Acontece no CEV

Estudantes do preparatório IME/ITA do CEV contam agora com auxílio de tablets em sala de aula

Imagine a seguinte situação: um professor de matemática utiliza na resolução de uma questão um teorema bem específico, que uma boa parte dos estudantes podem não lembrar. Logo, um tempo razoável tenderia a ser gasto com essa retrospectiva que teria que ser feita a fim de que o entendimento do assunto não ficasse comprometido, não é mesmo? Pois, bem. Ao menos para os estudantes do preparatório IME/ITA do CEV situações como essas não vão mais existir, pois, agora, eles contam com outra ferramenta que vai melhorar ainda mais a busca por conhecimento e pelas aprovações: o tablet.

Universo de informações à disposição

“É fato que a internet hoje é o maior canal de comunicação e a maior fonte de pesquisa que temos no mundo. Para estudantes que se preparam para vestibulares de alto rendimento (como são os casos das seleções do IME e do ITA), existem, nesse meio, inúmeras publicações que podem ser de grande valia e que são de domínio público: livros, revistas de olimpíadas, provas anteriores de vestibulares, provas de olimpíadas nacionais e internacionais, dentre outros. Nesse sentido, o tablet será uma ferramenta fundamental para o acesso a essas informações por parte do aprendente (uma vez que o mesmo tem acesso à internet) ”, afirma o professor de matemática Teixeira Neto.

Laços estreitados

Através dessa novidade, os estudantes poderão se aproximar ainda mais dos professores, podendo, dessa forma, ampliarem a busca por conhecimentos nessa grande caminhada em direção ao sucesso: “Nossos estudantes possuem instalado no tablet o TELEGRAM, uma das melhores ferramentas de comunicação que temos no momento. Nele, fizemos um grupo com todos os professores, coordenadores e estudantes. O grupo serve, principalmente, para estreitarmos a distância entre estudante e professor, representando um espaço no qual dúvidas podem ser sanadas e professores podem disponibilizar materiais extras (na forma virtual), dicas e direcionamentos para as aulas que acontecerão. Isso possibilita que o estudante tenha um estudo prévio do tema e que a aprendizagem seja mais ativa”, acrescenta o professor.

Metodologia diferenciada

O método ativo que vem sendo implementado pelo CEV, por meio do qual o aprendente assume o protagonismo em sala (cabendo aos professores os papeis de mediadores de informações) foi determinante para a realização dessa ideia inovadora. No total, foram disponibilizados 16 tablets (um para cada estudante) em regime de comodato: os estudantes terão direito do uso e posse do tablet durante o período de preparação para os vestibulares, encerrando-se o comodato após o vestibular do ITA.