Acontece no CEV - Turmas para “Polícia Civil – Agente e Escrivão” iniciam hoje, nos turnos tarde/noite. Confira! CEV Concursos

CEV Concursos

Acontece no CEV

Turmas para “Polícia Civil – Agente e Escrivão” iniciam hoje, nos turnos tarde/noite. Confira!

Hoje (19) começa o preparatório do CEV Concursos para a “Polícia Civil – Agente e Escrivão”. São duas turmas (tarde e noite), com duração de 8 semanas, totalizando uma carga horária de 286 horas/aula (sendo 256h/a na modalidade presencial, 24h/a na modalidade on-line, mais 06h/a destinada à correção das redações). Os encontros acontecem na sede do CEV Unidade Tibério Nunes, Rua Governador Tibério Nunes, 150 – Centro.

Atrativos não faltam com relação ao citado concurso, que, ao que tudo indica, tende a ser um dos maiores já feitos. “A instituição (Polícia Civil), hoje, tem uma carência muito grande de efetivo. E também com toda essa situação da reforma da previdência muitos (servidores) que já estão aptos a se aposentarem estão querendo se aposentar logo temendo toda essa insegurança que se instalou nesse cenário. Só esse ano, já pediram aposentadoria mais de 400 policiais civis. Isso tudo faz com que seja praticamente inviabilizada a prestação de serviço. Especula-se que esse seja o maior concurso da instituição”, afirma o professor (que faz parte da equipe de professores do preparatório CEV que visa o concurso em questão) e Delegado da Polícia Civil Renato Pinheiro.

    

Momento propício  

De acordo com ele, esse é o melhor momento para os que buscam ingressar nessa carreira tão promissora: “A polícia civil está passando por uma modificação muito grande, uma modificação de estrutura, de visão de futuro... Está havendo a criação de grupos táticos, a criação de grupos especializados (dentre outras importantes e boas mudanças). Esse é o momento mais adequado para quem quer entrar na Polícia Civil”, garante. Aos que temem ter problemas com relação à possível chamada – logicamente, posterior à aprovação – Renato ainda acrescenta: “Historicamente, todos aqueles que se matricularam na ACADEPOL (academia de polícia) são nomeados depois”.

Questões secundárias precisam ficar de lado

Sobre outros receios dessa mesma natureza, alguns aspectos devem ser levados bem em conta pelos concurseiros, a fim de que os resultados sejam, de fato, otimizados, e não prejudicados por componentes como ansiedade, falta de foco e nervosismo. “Eu sempre digo para os meus alunos, que, independente da quantidade de vagas previstas no edital, e até mesmo se for para cadastro de reserva, o nosso foco é ficar em primeiro lugar. Estude sempre para ser o primeiro. Porque se você estudar para ser primeiro você corre um risco: o de ser primeiro, de ser segundo, corre o risco de ser o quinto, de ser o décimo, mas, você não correrá o risco de ficar fora”, explica o professor Ramon Patrese.  

Basta querer... e lutar.

Se você tem perfil para um dos cargos oferecidos (sendo uma pessoa combatente, compromissada, e com capacidade de enfrentamento – uma vez que se tratam de vagas referentes à segurança pública) tem tudo para conseguir realizar seus objetivos, mesmo que não tenha uma formação intimamente relacionada ao universo das leis: “Mesmo que você não tenha uma formação específica na área do Direito, o CEV lhe garante a melhor preparação. Quem não é do Direito, com a orientação correta, pode ter até mais facilidade”, finaliza Renato.