CEV Concursos

Blog

Tipos de estudante: qual é você na prova da OAB?

Que tipo de estudante é você na prova da OAB? As pessoas são diferentes, com personalidades, características e aptidões diversas. Ou seja, é normal acontecer de algo dar certo para alguém e não ocorrer o mesmo com você.

Às vezes, pode ser frustrante ver aquela técnica de estudo e memorização dando certo para todo mundo, enquanto com você os resultados são negativos. Talvez em sua cabeça exista o seguinte questionamento: “por que essa pessoa aprende mais rápido, sendo que eu estudo tanto quanto ou até mais?”.

Acontece que cada indivíduo tem facilidades e dificuldades distintas. Sendo assim, preparamos este post para falar sobre alguns tipos de estudantes na prova da OAB. Descubra em qual perfil você se encaixa e identifique as características que podem e devem ser usadas a seu favor. Acompanhe!

O filósofo

O filósofo é aquele que sempre aparece com uma nova dúvida. No geral, é um tipo de estudante bastante dedicado, que gosta de se aprofundar naquilo que estuda. Contudo, pode apresentar um comportamento que, por vezes, soa agressivo.

Ele adora debater argumentos e fazer críticas, dificilmente controla o tom provocativo na voz. Para lidar com essa pessoa é preciso muita paciência e manter a mente aberta e tranquila para escutar suas reclamações e questionamentos.

Caso você se identifique com esse perfil, tenha calma! Respire fundo, pois nada está perdido. Apesar de parecer chato e excessivamente crítico às vezes, o filósofo é inteligente, sabe se fazer ouvir e é um estudante analítico. Portanto, o ideal é usar essas características ao seu favor nos estudos para o exame da OAB.

Como? Utilize a habilidade de vasculhar as informações minuciosamente para avaliar as questões das provas anteriores e se aprofundar no Vade Mecum.

O excessivamente empolgado

Esse tipo de estudante é cheio de energia, sugestões e, provavelmente, adora uma festa. Entretanto, na prática deixa um pouco a desejar. Isso acontece porque ele se empolga facilmente com as novas ideias e promessas, mas dificilmente se interessa por colocar a mão na massa.

O estudante excessivamente empolgado precisa de controle e foco para alcançar a realidade que deseja. Sendo assim, caso você se reconheça nesse perfil, estabeleça horários, metas e recompensas para que consiga cumprir com suas obrigações.

Evite estudar assuntos diferentes de uma vez só ou no mesmo dia se perceber que é mais fácil fazê-lo em dias e horários separados. Certifique-se de terminar um tema para iniciar outro, assim você priorizará a qualidade em vez da quantidade. Afinal, estudar dez matérias em um espaço curto de tempo não garante que você entenderá todas elas.

O tipo de estudante excessivamente empolgado tem facilidade para socializar e essa característica pode ser um grande benefício na hora de conhecer pessoas que possam ajudá-lo com os estudos ou que tenham materiais relevantes para compartilhar, por exemplo.

O inseguro

Necessidade de sempre mostrar suas conquistas — por menores que sejam —, baixa autoestima, ansiedade, sensibilidade à crítica e constante frustração podem ser características que sinalizem uma pessoa insegura.

Esse tipo de estudante apresenta dificuldades para se relacionar, não costuma acreditar em seu potencial, não se considera inteligente e acredita que seus comentários e ideias são desnecessários. Infelizmente, as atitudes retraídas e o sentimento de não ser bom o suficiente faz com essa pessoa perca muitas oportunidades.

Como tem muito medo da repreensão, o estudante inseguro é aquele que tem muita dificuldade para tirar dúvidas — o que pode resultar em um grande problema na prova da OAB.

Caso se encaixe nesse perfil, primeiramente, saiba que você precisa acreditar que pode alcançar o que almeja. Não tenha dúvidas disso. O único que pode fazer isso por si, é você mesmo. Então arregace as mangas e pontue: quais são seus pontos fracos? Corrija-os.

Sugerimos, também, que evite comparações, trabalhe o mindset, não tenha medo de dizer o que pensa e não se esqueça de se divertir um pouco de vez em quando.

O preguiçoso

Você não tem paciência para ler aquele monte de livros, adora assistir séries ou dormir em horas inapropriadas e qualquer atividade parece ser mais interessante do que estudar? Então, muito provavelmente você seja um preguiçoso.

Não se deixe enganar: esse tipo de estudante pode ser bastante inteligente e, mesmo com pouco esforço, se sair bem num exame. Apesar de dificilmente tomar iniciativa para algo e fugir do trabalho, o preguiçoso, na maioria das vezes, sabe como fazer as coisas.

Para conseguir vencer os pontos negativos dessa personalidade, sugerimos que você tenha sempre em mente quais são seus objetivos e compreenda que não basta esperar para que eles aconteçam. É preciso sair da sua zona de conforto e correr atrás, pois a procrastinação não trará resultados diferentes daqueles que você já possui.

Tenha em mente que é preciso dizer “não” para ter o “sim” que deseja conquistar. De forma mais prática, para vencer a preguiça e começar a estudar com eficiência para a prova da OAB, siga estas dicas simples:

  • evite focar em muitas tarefas de uma vez só para não se sentir sobrecarregado;
  • pratique exercícios físicos para ativar as atividades cerebrais;
  • separe um tempo para descansar e fazer coisas que goste;
  • seja organizado e pense sempre nos benefícios para o seu futuro.

O sabichão

Esse tipo de estudante é extremamente estudioso e inteligente. Geralmente, é o que aprende mais rápido, possui uma memória invejável, é bastante responsável e se esforça muito para alcançar os seus objetivos, se desdobrando em vários cursos preparatórios.

O sabichão também pode ser chamado de nerd e costuma ter respostas para todas as perguntas. Alguns são inteligentes naturalmente, sem se esforçar, mas outros são muito dedicados e disciplinados — costumam anotar tudo o que podem e estudam incansavelmente.

Em alguns casos, esse perfil de estudante pode desmerecer determinados assuntos e ter uma autoconfiança exagerada, a ponto de se prejudicar. Devido suas facilidades e habilidades, o sabichão pode acreditar equivocadamente que já sabe muito e que não precisa aprender mais.

Esse é o tipo de pensamento que certamente resultará em grandes falhas. Acreditar que já sabe tudo é o erro daquele que, em muito casos, é considerado brilhante.

Caso você tenha se identificado com esse perfil, lembre-se: sempre há algo para aprender ou revisar. Em cada estudo e leitura é tirado um entendimento diferenciado que pode significar tudo no exame da OAB.

Você já sabe quem é entre os tipos de estudante na prova da OAB? Então, agora é só aperfeiçoar os pontos que podem ser melhorados e investir em suas características positivas!

Gostou do conteúdo? Quer mais dicas para alcançar melhores resultados com os seus estudos? Conheça o método SMART!