CEV Concursos

Blog

Técnicas de memorização: use para a prova do Ministério Público do Piauí

A cada dia, mais pessoas têm buscado o concurso público para conseguir um emprego. Para não esquecer nada do que estudou e ficar à frente de seus concorrentes, utilizar boas técnicas de memorização em seus estudos vai fazer você ter êxito e alcançar seu objetivo de ser um funcionário público.

Seja decorrente da instabilidade que o trabalho privado fornece, seja pela dificuldade de ofertas de trabalho constantes em nosso país, os concurseiros estão tendo que ficar mais preparados e atentos para serem aprovados.

O fato é que simplesmente se inscrever em um concurso público e estudar de qualquer maneira não fará que você seja aceito no tão desejado emprego.

Para saber e aprender como pôr em prática técnicas de memorização para ter sucesso em seus estudos para o concurso público, continue lendo o post.

Utilize flashcards para memorização

Certamente, uma das grandes dificuldades para todo concurseiro é a memorização dos conteúdos que precisa estudar para o dia da prova.

Na área de direito, como existem muitas leis para serem memorizadas, tudo parece ser mais complexo ainda. Para não acabar se confundindo e misturando as leis, por exemplo, utilize os flashcards para memorizar.

Esse mecanismo de estudo funciona com o uso de cartões em que, de um lado, você escreve a pergunta relacionada ao tema de estudo e, do lado inverso, a resposta. Você pode anotar diversas perguntas e, para cada resposta, deve haver apenas uma opção certa.

Após ter feito essa dinâmica, separe as cartas em que estudou em três pilhas: uma para as que você acertou, outra em que teve dúvidas ao responder e, por último, as que errou. Retome as perguntas erradas até conseguir acertar. Outra sugestão ao fazer flashcards é colocar desenhos ou símbolos que facilitem a memorização dos conteúdos.

Recorra a mapas mentais

Outra estratégia de técnicas de memorização para assimilar o conteúdo e não esquecer no dia da prova é o uso de mapas mentais. Você pode criar esse método pelo computador ou escrever à mão. De qualquer forma que venha a fazer, eles consistem em transferir toda a matéria por meio de desenhos.

Nessa técnica, as matérias ficarão registradas por meio de esquemas em que o tema principal do estudo fica escrito no centro da folha, e os demais subtópicos ficam desenhados em forma de ramos saindo do tema principal.

Para ficar mais claro ainda, suponha que o tema de estudo seja relativo aos princípios aplicáveis ao direito penal. No meio da folha ficaria o tema principal e a cada ramo estaria escrito: da legalidade, da intervenção mínima, da culpabilidade, e assim por diante.

Use acrônimos durante os estudos

Agora, falando um pouco sobre o uso de acrônimos, vale ressaltar o seu emprego por facilitar a lembrança de termos difíceis. O uso de acrônimos vai fazer você memorizar termos do direito que jamais podem ser esquecidos, principalmente ao realizar uma prova do Ministério Público!

Para entender melhor, fazer um acrônimo é você pegar a primeira letra de um conjunto de palavras relacionadas ao tema de estudo e, a partir daí, montar uma única sigla. Ao memorizar essa sigla, o seu cérebro vai recorrer à lembrança das palavras que a formaram.

Um exemplo disso são os quatro princípios que norteiam a Lei de Responsabilidade Fiscal, que são: o planejamento, o controle, a transparência e a responsabilidade. A partir das primeiras letras dessas palavras, você cria uma sigla, que nesse caso  ficaria da seguinte maneira: PCTR.

Faça autoexplicação dos conteúdos estudados

Um método simples, mas muito eficaz e que fará você aprender e não esquecer o que estudou, é fazer a autoexplicação. Essa estratégia consiste em explicar para você mesmo, em voz alta, os conceitos e tudo mais relacionado à matéria.

Lembre-se de que não é somente uma leitura! É como se fosse uma aula dada por você mesmo. Pode até parecer um pouco estranho, mas é muito eficaz porque, para aplicar uma aula, terá que entender o que vai falar, reforçando assim a sua aprendizagem.

Esse modelo de estudo você pode fazer em frente a um espelho ou gravar suas explanações para ouvir no carro, por exemplo. Outra alternativa muito válida é reunir seus colegas e empregar "a aula" estudada por você para eles.

Empregue a técnica da associação de palavras

Essa técnica é muito útil para ajudar a decorar certa ordem de palavras. Consiste em associar ambientes conhecidos com o tema do conteúdo que precisa estudar.

Para entender melhor, suponha que precise saber, na ordem, os direitos previstos na Constituição Federal. Dessa forma, você imagina que em sua casa "vida" esteja presente na cozinha, “liberdade” é encontrada em seu quarto, “igualdade” está na sala, “segurança” em seu quarto e “propriedade” no banheiro.

Observe que as palavras têm uma combinação de acordo com cada benefício do cômodo da casa. Da mesma maneira, você pode fazer associações com outros locais que frequenta, como o trabalho, a academia, associando aos equipamentos que existem por lá, entre outros.

Aplique simulados como técnicas de memorização

Dando continuidade ao uso de táticas de memorização, utilize simulados para avaliar seu desempenho e conhecimento sobre o assunto estudado. Faça como se fosse realmente o dia da prova.

Elabore questões ou pesquise sobre as provas anteriores de outros concursos, por exemplo, e resolva as questões propostas. Além de saber em quais questões você precisa melhorar ou aprofundar mais, será testado como se realmente fosse o dia tão esperado.

Outra vantagem é que, ao realizar as provas antigas, terá uma boa noção de quais questões são mais cobradas nesse tipo de concurso. Sendo assim, reserve um horário, um espaço tranquilo, marque o tempo e simule realmente como se fosse o dia da prova do seu concurso.

Por fim, vale ressaltar que, por meio dessas técnicas de memorização que foram descritas neste post, você conferiu sugestões importantes e úteis para aplicar durante seus estudos. No entanto, você pode utilizar a dica em que mais se encaixa ou, a partir destas propostas, adaptá-las para a sua realidade de estudo.

Esperamos que tenha gostado do nosso post. Deixe os seus comentários para outros colegas concurseiros conhecerem a sua opinião sobre o assunto!

Técnicas de memorização: use para a prova do Ministério Público do Piauí

 

A cada dia, mais pessoas têm buscado o concurso público para conseguir um emprego. Para não esquecer nada do que estudou e ficar à frente de seus concorrentes, utilizar boas técnicas de memorização em seus estudos vai fazer você ter êxito e alcançar seu objetivo de ser um funcionário público.

Seja decorrente da instabilidade que o trabalho privado fornece, seja pela dificuldade de ofertas de trabalho constantes em nosso país, os concurseiros estão tendo que ficar mais preparados e atentos para serem aprovados.

O fato é que simplesmente se inscrever em um concurso público e estudar de qualquer maneira não fará que você seja aceito no tão desejado emprego.

Para saber e aprender como pôr em prática técnicas de memorização para ter sucesso em seus estudospara o concurso público, continue lendo o post.

Utilize flashcards para memorização

Certamente, uma das grandes dificuldades para todo concurseiro é a memorização dos conteúdos que precisa estudar para o dia da prova.

Na área de direito, como existem muitas leis para serem memorizadas, tudo parece ser mais complexo ainda. Para não acabar se confundindo e misturando as leis, por exemplo, utilize os flashcards para memorizar.

Esse mecanismo de estudo funciona com o uso de cartões em que, de um lado, você escreve a pergunta relacionada ao tema de estudo e, do lado inverso, a resposta. Você pode anotar diversas perguntas e, para cada resposta, deve haver apenas uma opção certa.

Após ter feito essa dinâmica, separe as cartas em que estudou em três pilhas: uma para as que você acertou, outra em que teve dúvidas ao responder e, por último, as que errou. Retome as perguntas erradas até conseguir acertar. Outra sugestão ao fazer flashcards é colocar desenhos ou símbolos que facilitem a memorização dos conteúdos.

Recorra a mapas mentais

Outra estratégia de técnicas de memorização para assimilar o conteúdo e não esquecer no dia da prova é o uso de mapas mentais. Você pode criar esse método pelo computador ou escrever à mão. De qualquer forma que venha a fazer, eles consistem em transferir toda a matéria por meio de desenhos.

Nessa técnica, as matérias ficarão registradas por meio de esquemas em que o tema principal do estudo fica escrito no centro da folha, e os demais subtópicos ficam desenhados em forma de ramos saindo do tema principal.

Para ficar mais claro ainda, suponha que o tema de estudo seja relativo aos princípios aplicáveis ao direito penal. No meio da folha ficaria o tema principal e a cada ramo estaria escrito: da legalidade, da intervenção mínima, da culpabilidade, e assim por diante.

Use acrônimos durante os estudos

Agora, falando um pouco sobre o uso de acrônimos, vale ressaltar o seu emprego por facilitar a lembrança de termos difíceis. O uso de acrônimos vai fazer você memorizar termos do direito que jamais podem ser esquecidos, principalmente ao realizar uma prova do Ministério Público!

Para entender melhor, fazer um acrônimo é você pegar a primeira letra de um conjunto de palavras relacionadas ao tema de estudo e, a partir daí, montar uma única sigla. Ao memorizar essa sigla, o seu cérebro vai recorrer à lembrança das palavras que a formaram.

Um exemplo disso são os quatro princípios que norteiam a Lei de Responsabilidade Fiscal, que são: o planejamento, o controle, a transparência e a responsabilidade. A partir das primeiras letras dessas palavras, você cria uma sigla, que nesse caso  ficaria da seguinte maneira: PCTR.

Faça autoexplicação dos conteúdos estudados

Um método simples, mas muito eficaz e que fará você aprender e não esquecer o que estudou, é fazer a autoexplicação. Essa estratégia consiste em explicar para você mesmo, em voz alta, os conceitos e tudo mais relacionado à matéria.

Lembre-se de que não é somente uma leitura! É como se fosse uma aula dada por você mesmo. Pode até parecer um pouco estranho, mas é muito eficaz porque, para aplicar uma aula, terá que entender o que vai falar, reforçando assim a sua aprendizagem.

Esse modelo de estudo você pode fazer em frente a um espelho ou gravar suas explanações para ouvir no carro, por exemplo. Outra alternativa muito válida é reunir seus colegas e empregar "a aula" estudada por você para eles.

Empregue a técnica da associação de palavras

Essa técnica é muito útil para ajudar a decorar certa ordem de palavras. Consiste em associar ambientes conhecidos com o tema do conteúdo que precisa estudar.

Para entender melhor, suponha que precise saber, na ordem, os direitos previstos na Constituição Federal. Dessa forma, você imagina que em sua casa "vida" esteja presente na cozinha, “liberdade” é encontrada em seu quarto, “igualdade” está na sala, “segurança” em seu quarto e “propriedade” no banheiro.

Observe que as palavras têm uma combinação de acordo com cada benefício do cômodo da casa. Da mesma maneira, você pode fazer associações com outros locais que frequenta, como o trabalho, a academia, associando aos equipamentos que existem por lá, entre outros.

Aplique simulados como técnicas de memorização

Dando continuidade ao uso de táticas de memorização, utilize simulados para avaliar seu desempenho e conhecimento sobre o assunto estudado. Faça como se fosse realmente o dia da prova.

Elabore questões ou pesquise sobre as provas anteriores de outros concursos, por exemplo, e resolva as questões propostas. Além de saber em quais questões você precisa melhorar ou aprofundar mais, será testado como se realmente fosse o dia tão esperado.

Outra vantagem é que, ao realizar as provas antigas, terá uma boa noção de quais questões são mais cobradas nesse tipo de concurso. Sendo assim, reserve um horário, um espaço tranquilo, marque o tempo e simule realmente como se fosse o dia da prova do seu concurso.

Por fim, vale ressaltar que, por meio dessas técnicas de memorização que foram descritas neste post, você conferiu sugestões importantes e úteis para aplicar durante seus estudos. No entanto, você pode utilizar a dica em que mais se encaixa ou, a partir destas propostas, adaptá-las para a sua realidade de estudo.

Esperamos que tenha gostado do nosso post. Deixe os seus comentários para outros colegas concurseiros conhecerem a sua opinião sobre o assunto!



 sucesso em seus estudos