CEV Colégio

Acontece no CEV

Painel de Profissões 2018 traz mais interatividade aos participantes com oficinas práticas

Que tal colocar a mão na massa e literalmente saber como é o dia a dia de um chef de cozinha? Ou, quem sabe, aprender a produzir o concreto utilizado em grandes construções? Ou ainda, entender o processo de produção da notícia através das imagens? E se tudo isso acontecer mediante a orientação de profissionais renomados e com larga experiência de mercado? Pois, é. Para os estudantes do CEV Colégio essa é uma realidade: o Painel de Profissões 2018 veio cheio de novidades, entre as quais se destacaram as 33 oficinas que foram pensadas para, na prática, mostrarem as rotinas de trabalhos vivenciadas por diversos profissionais.

Idealizado pelo Serviço de Orientação Educacional e Psicológica – SOEP e realizado pelo setor de eventos da escola, o Painel de Profissões foi pensado para proporcionar, aos estudantes do Ensino Médio, uma visão mais ampla das diversas profissões existentes no mercado de trabalho e fazer com que esse momento de escolha da carreira aconteça de forma tranquila, possibilitando uma decisão mais segura e assertiva.

Realizado durante todo o sábado, 14, o Painel de Profissões deste ano reuniu mais de 200 estudantes, que além das oficinas, puderam participar de palestras e do Pátio Interativo, com a presença das maiores faculdades do Piauí. Para Ramon Nunes, um dos organizadores do painel, a oportunidade de ouvir, questionar e interagir com os profissionais fizeram o sucesso do evento. “Foram mais de 200 estudantes presentes que puderam aproveitar bastante o contato direto com os profissionais e as faculdades. Após as palestras os aprendentes foram divididos nas turmas de oficinas que, de tão interessantes e empolgantes, foram além do horário estipulado. Essa oportunidade de ouvir, questionar e interagir com profissionais que podem ser espelho para um futuro é algo único e de importância crucial para que o ano de escolha seja mais tranquilo e consciente”, afirma.

O painel contou ainda com palestra motivacional e testemunhal da egressa CEV, Isabella Barros, que além de ser aprovada no curso de Medicina da Universidade Estadual do Piauí, também foi nota mil na redação do Enem 2017.

Palestras

Os participantes tiveram a oportunidade de tirar todas as dúvidas com as palestras realizadas durante os turnos manhã e tarde. Foram 10 profissionais convidados que contaram suas histórias de vida, deram detalhes referentes à escolha de suas carreiras, assim como ao mercado de trabalho.

“O que o CEV se propõe a fazer para esses estudantes, trazendo um profissional para falar como é a profissão no mundo real, é muito importante. (Além da questão do sonho, da parte mais lúdica que envolve essa escolha) faz-se necessário saber acerca da realidade do mercado de trabalho, quantos médicos estão distribuídos pelo Brasil, como funciona essa distribuição no país e no próprio Estado. Ver onde tem mais oportunidades e estruturas de trabalho para que a gente possa oferecer um serviço de excelência para toda a sociedade”, afirma o Dr. Cláudio Henrique Lima Rocha, palestrante de Medicina.

Oficinas: aprendendo na prática

Ícaro Soares, 17 anos, cursa o 3º ano do Ensino Médio e já sabe bem que carreira vai seguir: “Vou fazer odontologia!”. No entanto, não se privou da oportunidade de conhecer outro curso que também lhe desperta afinidade. “A Gastronomia é uma área que eu acho muito interessante. Ao participarmos da oficina, saímos da idealização e temos contato com um pedaço do dia a dia daquela profissão. Podemos ter ideia de como ela realmente é e o que precisamos para exercer aquela carreira”.

Maíra Tavares, instrutora da oficina de Gastronomia, afirma que o mais importante é tentar vivenciar a realidade da profissão desejada. “Às vezes você não sabe o que quer, mas tendo um contato com determinada profissão, acaba descobrindo uma paixão e tomando uma decisão por uma área. Importante é vivenciar e ter esse contato, pois muitos jovens acabam escolhendo cursos por outros motivos que não a afinidade, ou então ainda nem decidiram e acabam se descobrindo”.

Foram ofertadas 33 opções de oficinas práticas que trouxeram profissionais de áreas como: Administração, Jornalismo, Engenharia Civil, Nutrição, Gastronomia, Direito, Odontologia, Fisioterapia, Tecnologia da Informação, entre outras.

Grupo de Orientação Profissional

Após o Painel das Profissões a escola dá continuidade a esse trabalho através dos grupos de orientação profissional que acontecem uma vez por semana nos intervalos, onde os alunos passam por um processo de autodescoberta e identificação de seus interesses e habilidades, facilitando o momento da escolha e elaboração de seu futuro, para o alcance de sua realização pessoal e profissional.

“A escolha profissional é um período crítico e conflituoso pois, envolve muitas mudanças na vida dos aprendentes. É um momento em que há a possibilidade e a necessidade de tomar decisões, e isto se dá principalmente a partir da passagem de um ciclo educativo a outro. Muitos jovens fazem suas escolhas de acordo com suas possibilidades do momento, tomando uma decisão sem ter consciência das influências que sofre e também sem ter informações suficientes sobre a profissão que está escolhendo. Por isso a importância de ações como o Painel de Profissões e o grupos de orientação”, frisa Lígia Dantas, psicóloga.

Para saber mais informações sobre os grupos de orientação vocacional, acesse AQUI para ler matéria especial.