Acontece no CEV - Grupo CEV + Carnegie Speech: fluência do inglês oportunizará entrada de estudantes CEV nas melhores universidades do mundo CEV Colégio

CEV Colégio

Acontece no CEV

Grupo CEV + Carnegie Speech: fluência do inglês oportunizará entrada de estudantes CEV nas melhores universidades do mundo

Segundo idioma mais falado do planeta e pré-requisito cada vez mais exigido em grandes empresas do Brasil durante as entrevistas de emprego, o inglês se consolidou como o idioma universal no mundo dos negócios. No entanto, de acordo com dados da Revista Exame, apenas 3% dos brasileiros falam inglês fluentemente, criando uma grande demanda de profissionais com as específicas qualificações. Nesse sentido, a fluência que pode soar como um grande problema para a maioria do alunado brasileiro, para os estudantes CEV será encarada de forma bem mais positiva, promissora: a partir deste ano, os aprendentes do Fundamental Maior e do Ensino Médio do CEV Colégio poderão desfrutar da conceituada ferramenta Carnegie Speech, de Pittsburgh – Pensilvânia (EUA). Pela primeira vez no Brasil, seus representantes visitaram diversas escolas da região Nordeste, prospectando potenciais instituições parceiras. O Grupo CEV foi o único selecionado pela Carnegie para uso da ferramenta.

Fundada por acadêmicos do Language Technologies Institute e licenciada pela Carnegie Mellon University, uma das mais renomadas universidades do mundo nas áreas de inteligência artificial, ciências da computação e robótica, a Carnegie Speech desenvolve soluções para a comunicação oral em inglês. Líder global no desenvolvimento da língua falada, a ferramenta atua em mais de 55 países, influenciando a maneira de aprender a falar inglês de mais de 1 milhão de alunos.

Assim, o intuito do Grupo CEV com a parceria é justamente o de oportunizar o ingresso de seus estudantes nas melhores universidades do mundo. “Estamos investindo na internacionalização do ensino, porque é isso que queremos proporcionar ao estudante do CEV: uma formação em nível internacional, sem fronteiras. Daqui a alguns anos, se nosso aluno quiser estudar em qualquer instituição do mundo ele estará apto a isso”, frisa Bruno Agrélio, sócio-diretor do Grupo CEV.

Para Angela Kennedy, presidente e CEO da Carnegie Speech, as habilidades de leitura e escrita apresentadas por estudantes do Brasil geralmente são muito boas, mas estes mesmos alunos sempre apresentam dificuldades no trato com a parte oral do idioma, basicamente por não terem tido oportunidades de maiores aproximações com nativos da língua inglesa. Segundo ela, a plataforma de software apresentada pela Carnegie proporciona que o próprio estudante faça uma avaliação do seu aprendizado no falar, percebendo pontos fortes e fracos na produção de sons em inglês, na gramática, na fluência e também na sílaba tônica das palavras.

Com informações fornecidas pelos próprios alunos, cria-se um plano individualizado de estudos. Os estudantes veem exatamente onde seus erros estão sendo cometidos e recebem instruções específicas acerca de como podem melhorar. “Este retorno imediato tem se mostrado realmente eficaz com alunos de mais de 55 países em todo o mundo e o estudo mostra que eles podem dobrar sua proficiência em inglês em cerca de 20 horas de treinamento ao usar o programa”, frisa.

“Além disso, a plataforma é extremamente útil para estudos internacionais, assim como para carreiras de sucesso em áreas como Tecnologia da Informação, Direito, Medicina e Engenharia, áreas que exigem um inglês bem falado, posto que a maioria das empresas usam esse idioma como uma língua internacional de comunicação”, finaliza Angela.

Edward Jung, presidente da Carnegie Brasil e sua equipe de apoio no país estarão em Teresina na última semana de fevereiro para apresentar a plataforma aos estudantes CEV. O encontro acontecerá no Espaço CEV, no dia 27 deste mês.