Acontece no CEV - Estudantes CEV se destacam na Olimpíada Brasileira de Química e na Olimpíada Brasileira de Química Jr. CEV Colégio

CEV Colégio

Acontece no CEV

Estudantes CEV se destacam na Olimpíada Brasileira de Química e na Olimpíada Brasileira de Química Jr.

A coleção de medalhas CEV em competições nacionais do conhecimento acaba de ganhar novas contribuições. Nossos estudantes que se destacaram na Olimpíada Piauiense de Química do ano passado foram convidados a participar, em 2018, da competição nacional e da etapa Norte/Nordeste. E, em nossa primeira participação nessas competições já conseguimos conquistar excelentes colocações, com 1 medalha de bronze na OBQ e menção honrosa na olimpíada regional. Além disso, os aprendentes CEV do 9º ano do ensino Fundamental também foram muito felizes em suas participações, trazendo para casa outras seis medalhas de bronze na Olimpíada de Química Junior. A entrega das medalhas está prevista para o final do mês de novembro deste ano.

Para o professor Teixeira Neto, coordenador de olímpiadas científicas CEV, os bons resultados decorrem da dedicação dos estudantes, assim como dos investimentos feitos pela escola para que a preparação dos alunos proporcione resultados ainda mais satisfatórios. “Neste ano, iniciamos a preparação dos nossos estudantes ainda no mês de fevereiro, para a Olimpíada Brasileira de Física, posteriormente, no mês de março, começamos a orientar os participantes da Olimpíada Brasileira de Matemática, e, por fim, ainda em maio, começamos a preparar os competidores da Olimpíada Brasileira de Química”.

Ainda segundo o coordenador, para a participação na OBQ, os estudantes CEV contaram com duas aulas específicas para a etapa piauiense e mais quatro aulas para a competição nacional, totalizando seis aulas semanais focadas nessas competições.

“Em 2019, a preparação vai ser ainda mais intensa, com aulas extras já no mês de janeiro, uma semana após o início do ano letivo. Nossa intensão é proporcionar um incentivo maior à participação dos alunos nessas competições e com isso alcançar resultados ainda melhores para a escola e principalmente para nossos aprendentes”, finaliza.

Realizada desde 1986 com a coordenação das Universidades Federais do Piauí e do Ceará, a Olimpíada Brasileira de Química conta hoje com a participação de estudantes de vários estados do Brasil, entre eles Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe, Tocantins e Distrito Federal. Com caráter competitivo, a OBQ é iniciada sempre no mês de agosto e tem como público-alvo estudantes do ensino médio e tecnológico. Já a Olimpíada Brasileira de Química Júnior, coordenada pelas mesmas instituições, oportuniza a participação de estudantes do ensino fundamental, devidamente matriculados no 8º ou 9º ano.

Abaixo, a lista de medalhistas CEV:

Lívia Gomes – medalha de bronze (OBQ);

Ana Caroline Siqueira - medalha de bronze (OBQJ);

Gisele Guimarães - medalha de bronze (OBQJ);

Pedro Henrique Silva - medalha de bronze (OBQJ);

Renata Lopes - medalha de bronze (OBQJ);

Samuell Caminha - medalha de bronze (OBQJ);

Diego Sousa - medalha de bronze (OBQJ).