CEV Colégio

Acontece no CEV

Escola de Negócios e Tecnologia: mais um diferencial do CEV para seus aprendentes do Ensino Integral

O Grupo Educacional CEV continua inovando na formação dos seus aprendentes. Com a implementação da nova disciplina “Escola de Negócios e Tecnologia”, em 2018, voltada para os estudantes do 5º ano do fundamental (que desfrutam do ensino integral), o CEV reforça a importância de se ter uma metodologia de ensino capaz de fazer com que seus aprendentes enxerguem mais longe, superando barreiras e vislumbrando futuros mais do que promissores.

A ideia é que, através da “Escola de Negócios e Tecnologia”, os estudantes possam adquirir novas habilidades de criação, além de serem melhor capacitados em dois dos segmentos mais relevantes da área da Tecnologia: “Esperamos que os aprendentes possam ir se tornando, aos poucos, pessoas que buscam inovar sempre mais, desenvolvendo senso de iniciativa e poder de criatividade. Com relação ao contexto tecnológico, os focos maiores dizem respeito às partes de robótica e programação (com ênfase ainda maior nesta última)”, afirma Nazareno Fonteles, Diretor Geral do CEV Colégio.   

Alcance maior

Nesse sentido, espera-se que os aprendentes CEV do Ensino Integral possam contar, considerando os assuntos oferecidos por essa nova e importante disciplina, com uma formação continuada ao longo dos anos: “A partir do próximo ano, essa disciplina já terá chegado, ao menos, até o 7º ano, havendo chance de que ocorra uma abrangência ainda maior (chegando, por exemplo, aos aprendentes dos 8º e 9º anos)”, diz o diretor.  

Os estudantes CEV são sempre desafiados, pois, isso gera motivação. Faz com que eles queiram ir além, compreendendo de maneira mais efetiva contextos diversos, tais como toda problemática do meio social no qual estão inseridos. A partir disso, eles podem ver, na prática, a realização de ideias que, se bem trabalhadas, podem ser colocadas, inclusive, à serviço da sociedade.

Projeto bem fundamentado

O CEV é uma instituição que sempre busca se cercar de toda expertise possível (a fim de aprimorar constantemente os serviços de excelência que já são prestados), e essa postura, logicamente, também foi aplicada com relação à implementação da “Escola de Negócios e Tecnologia”: “Nessa etapa, há parcerias com grupos de fora, que já desenvolvem iniciativas dessa natureza, com sucesso, por vários lugares. Entretanto, a ideia é que essa relação gere um projeto adaptado ao estilo CEV de trabalho e excelência, constituindo, ao final de todo processo, uma concepção original, única, que posteriormente se tornará mais uma importante marca (exclusiva) da nossa instituição”, assegura Nazareno.    

Maiores chances de destaque

O envolvimento dos aprendentes com a “Escola de Negócios e Tecnologia” fará com que eles cheguem ainda mais preparados nos eventos que são viabilizados através do NEFE – Noções de Economia, Finanças e Empreendedorismo (disciplina voltada para os estudantes do 2º ano do ensino médio) em parceria com programas criados por instituições como o SEBRAE. A partir disso, as chances dos aprendentes CEV do Ensino Integral se destacarem são ainda maiores, desenvolvendo-se não apenas em nível pessoal e profissional, mas, também, sendo protagonistas de projetos que poderão ajudar tanto no desenvolvimento da cidade como um todo, como na melhoria de aspectos relacionados às rotinas das pessoas em geral.