CEV Baby

Acontece no CEV

Movimento em favor do corpo e da mente: A Dança e o Judô na formação dos aprendentes CEV Baby

Um ser humano saudável não é aquele que tem apenas o lado intelectual bem desenvolvido, ou mesmo os que são bem capacitados apenas do ponto de vista físico. É preciso que haja, em todos os contextos, uma formação plena e verdadeiramente eficaz a fim de que crianças e adolescentes possam se tornar adultos felizes e mais equilibrados. É pensando nisso que o Colégio CEV disponibiliza para seus aprendentes, além da melhor estrutura de ensino do Piauí, práticas esportivas e artísticas, tais como Dança e Judô.

Dança desde cedo

A partir dos 3 aninhos de idade até os 10 (do infantil III ao 5º ano do Fundamental) os estudantes CEV podem aproveitar todos os benefícios relacionados à dança: “Uma grande contribuição para o desenvolvimento cognitivo do ser humano pode ser obtida através da dança. Os benefícios que ela traz, sendo bem aplicada na forma de trabalhar o corpo, faz com que a coordenação motora seja inserida no aprendizado de quem pratica”, afirma Juliana Márcia, Professora de Dança do CEV da Avenida Frei Serafim. Além desses, outros pontos muito positivos podem ser obtidos através dessa prática artística: “A dança torna as pessoas mais responsáveis e disciplinadas. Melhora a coordenação motora, ajuda a corrigir a postura, melhora a respiração, a resistência do corpo, o equilíbrio e a flexibilidade, auxilia na concentração, na memória, e proporciona bem estar físico e mental. Além disso, quando  aplicada como ferramenta da educação é muito importante: o uso dela como prática pedagógica favorece a criatividade, além de favorecer no processo de construção do conhecimento”, diz Cynthia Layana, Professora de Dança do CEV da Avenida Kennedy.

A procura, por parte de pais e crianças, é sempre das maiores. “A dança é muito procurada pelos pais até porque eles notam não apenas o desenvolvimento motor das crianças, mas, também, a diminuição da timidez. Já por parte das crianças a busca se dá tanto pelo divertimento como por gostarem de dançar”, frisa Juliana. Para os aprendentes da Educação Infantil as aulas são mais voltadas para o ensino do Ballet Clássico, ao passo que, para os do Fundamental, são trabalhados, além do Ballet Clássico, danças contemporâneas e danças populares (folclóricas).

Calendário movimentado

Datas importantes como o dia das mães e o Natal, além de eventos como festa junina, Mostra CEV de Artes, e Colação de Grau (para o encerramento das atividades) representam os momentos nos quais os aprendentes CEV podem mostrar, para pais e professores, tudo que foi sendo aprendido, no mundo da dança, ao longo do ano. 

Judô: importante ferramenta de desenvolvimento

Sendo uma das práticas esportivas mais populares no Brasil, o Judô tem espaço garantido entre as atividades complementares que são oferecidas pelo Colégio CEV aos seus estudantes. Meninos e meninas podem, assim, aproveitarem muitos dos pontos positivos que são relacionados a essa prática esportiva, a qual vai muito além da diversão:“A maior importância do judô na vida dos aprendentes é o fortalecimento da disciplina. Nas aulas, trabalhamos essa questão desde a entrada na sala, com a organização dos calçados, por exemplo. Além disso, damos muita atenção ao comportamento dentro e fora da aula de judô, às boas condutas, ao autocontrole, ao saber perder, ao saber vencer, assim como à autonomia e à importância de se ter uma boa alimentação”, afirma Gabriela Sousa, Professora de Judô do CEV Kennedy.

Pontos positivos

Segundo ela, os benefícios para quem lida com o esporte, e especificamente com o judô, são muitos e super importantes de serem obtidos na vida de qualquer pessoa, ainda mais quando se trata de indivíduos tão jovens, com toda uma trajetória a ser explorada: “Os benefícios são inúmeros: desde a parte motora, com foco na coordenação motora grossa, equilíbrio e agilidade, até a parte cognitiva, na qual são desenvolvidos o raciocínio rápido (importante especialmente em situações de dificuldade) e o autocontrole. Há redução da ansiedade e, na parte social, trabalhamos a socialização, respeito ao próximo, hierarquia e amizade”, afirma Gabriela.

Hildelbrando de Almeida, Professor de Judô do CEV da Frei Serafim, vai na mesma linha da sua companheira de profissão, mas, acrescenta ainda outros pontos positivos relacionados à prática do judô: “Como todo desporto, o judô possibilita o relacionamento saudável com outras pessoas, utilizando o jogo e a luta como um integrador dinâmico. No caso das nossas aulas de judô, conseguimos aprimorar na garotada praticamente todas as possibilidades psicomotoras: lateralidade com foco na ambidestria (pois se treina sempre com movimentos de direita e esquerda), percepção espacial e coordenação motora conjunta e independente de mãos e pés, sendo tudo isso feito através da utilização de brincadeiras e movimentos típicos do judô”, relata.

Motivações variadas

De acordo com Hildelbrando, muitos são os motivos que tem levado os pais a viabilizarem essa alternativa para seus filhos, que, além de terem uma grande noção de cidadania, aprendem brincando. “Eu percebo que a garotada se diverte e, para eles, é isso o que importa. Uma vez lá dentro, eu, como instrutor, tenho a oportunidade de trabalhar diversos pontos que auxiliam na formação deles como cidadãos. Já os pais geralmente procuram a modalidade por 3 principais motivos: disciplina, autodefesa (o que, definitivamente, não é nosso foco), ou por questão de já terem sido judocas e desejarem proporcionar isso também aos filhos. Sendo assim, temos um público que, por procurar a prática por motivos bem pontuais, faz com que seja muito boa a aceitação”, acrescenta.   

Eventos

O CEV sempre marca presença em todos os eventos do calendário da federação piauiense de judô, havendo, ao final de cada ano, a tão esperada troca de faixas. Nesse sentido, os judocas CEV sempre tem como demonstrarem seus talentos no esporte, embora essas oportunidades não existam com tanta frequência: “Oficialmente, dentro da nossa realidade local, temos somente 2 eventos, e esses não abrangem na totalidade os nossos aprendentes do judô. São eles: Olimpíadas do SINEP e os JEP’s, Jogos Escolares Piauienses. Na faixa etária que temos, os eventos que mais se destacam são os Festivais de Judô, geralmente inseridos em alguma Copa de Judô de agremiações locais”, finaliza Hildelbrando.