Acontece no CEV - A música na vida dos aprendentes do CEV Baby: mais do que diversão, um instrumento de socialização. CEV Baby

CEV Baby

Acontece no CEV

A música na vida dos aprendentes do CEV Baby: mais do que diversão, um instrumento de socialização.

A timidez pode ser um grande problema na vida de uma pessoa, ainda mais se tal componente atingir níveis excessivos já na infância, fase na qual deve ser iniciado e desenvolvido o necessário processo da socialização na vida dos pequenos. Nesse sentido, a família, claro, tem um papel fundamental, mas, de forma não menos importante, vem a escola: lugar no qual, quase sempre, as crianças passam a maior parte do tempo.

Assim, levando em conta essa questão, a equipe pedagógica do CEV Baby segue inovando no sentido de ajudar os pequenos a se expressarem oralmente, fazendo-os entender as regrinhas da boa convivência e, além disso, a melhorarem no contexto da coordenação motora. Como tudo isso é possível? Através da utilização da música  como instrumento de aprendizagem: “A oralidade trabalhada na rodinha é diferenciada porque faz com que eles (aprendentes) brinquem e cantem sem perceber que estão sendo estimulados com a fala. Essa questão do questionamento diário às vezes os inibe, e a canção, pela forma automática como se dá, desperta neles a vontade de socializar e fazer o que o colega está fazendo. É essa necessidade de comunicação que eles tem, e, através da música, essa necessidade é trabalhada da melhor maneira possível, de forma suave e natural”, explica Sara Medeiros, professora do Infantil I.

A utilização do universo musical na vida dos aprendentes faz com que, literalmente, eles possam se desenvolverem brincando, se divertindo. Brincadeiras essas que vão ser de grande importância na trajetória futura deles enquanto partes do meio social que todos são: “A música é uma maneira lúdica de se trabalhar as habilidades vocais, a dicção, a articulação e, também, a questão social. A situação da criança ter que se expor com o microfone na mão para os coleguinhas vai fazendo com que ela coloque (à prova) a questão da timidez diante dos outros, desenvolvendo a fala de uma forma leve, sem cobranças”, assegura Fernando Ferreira, professor de música.

Esse trabalho, protagonizado por toda equipe de ensino do CEV Baby, terá seguimento ao longo de todo ano, e as perspectivas – quanto à natureza dos resultados a serem obtidos – são as melhores possíveis: “Com a música, a criança tímida entra na brincadeira sem nem perceber, e é dessa forma que a timidez vai embora. Ela (a timidez) vai sumindo aos poucos e a criança, assim, demonstra interesse na socialização”, finaliza Sara.