Blog - O que os bebês fazem no berçário? CEV Baby

CEV Baby

Blog

O que os bebês fazem no berçário?

Para os pais há sempre uma dúvida sobre qual é o melhor momento de incluir o filho no ambiente escolar. As angustias são muitas: será bem tratado? Vão dar atenção tendo outras crianças? Não é muito novo para ir para a escola? Vou estressa-lo muito cedo?

Devido às mudanças sociais e familiares do novo século, fica cada vez mais difícil aquele modelo no qual a criança era integralmente cuidada pela família. A partir do momento que as necessidades avançam e as mulheres assumiram uma postura mais igualitária e competitiva na sociedade o ato de cuidar e educar os filhos precisa ser compartilhado.

A criança menor que um ano, principalmente, por ser aquela que apresenta um grau de dependência maior e ainda não verbalizar com fluência é muitas vezes vista como um quadro em branco, um receptor de comandos o que não é nada verdade. Sabemos que a maior velocidade de construção das conexões cerebrais acontece no primeiro ano de vida. O cérebro atinge quase 90% do seu tamanho final ainda no primeiro ano, ou seja, as possibilidades e os “atalhos” que irão definir uma maior capacidade cognitiva são construídas exatamente nesta fase da vida.

E aqui precisamos ter uma atenção redobrada, pois a responsabilidade com crianças pequenas não deve ser apenas o cuidar das necessidades básicas como alimentação, banho, sono ou carinho. Não menos importante é o educar já nos primeiros meses de vida. As habilidades de raciocínio, mas também as habilidades socioemocionais como compartilhar objetos, se comportar em público, esperar sua vez, dar atenção ao outro, são fundamentalmente construídas nos primeiros anos de vida através das relações vivenciadas e das situações construídas ao longo do amadurecimento.

Na hora de decidir, avaliem quais as possibilidades que serão criadas para o melhor aproveitamento e desenvolvimento das habilidades da criança, seja em casa ou no berçário. Evitem a monotonia, pois é através da experimentação e do exemplo que as crianças aprendem e se tornar adultos cada vez mais eficientes e seguros.