CEV Baby

Teste Seletivo Aluno On-line Professor On-line

#Blog do Baby

  • Educação, maternidade e trabalho: com paciência e amor, dá tudo certo.

    Segundo dados do IBGE, 53% das mães com bebês ou em idade pré-escolar trabalha fora de casa, seja por necessidade financeira ou simplesmente pelo fato de gostar do que faz. No entanto, em ambos os casos, alguns sentimentos parecem tomar conta da mamãe que vive essa situação: culpa, insegurança quanto à educação, será que meu bebê vai ficar bem?

    Ver Mais
  • O que você quer ser quando crescer? Saiba como estimular os talentos do seu filho

    Na infância os sonhos não conhecem limites. Uma criança pode sonhar ser um bombeiro, astronauta, ator, médico, cantor de música pop, tudo ao mesmo tempo! Conforme seu filho cresce e começa a considerar seu futuro profissional com mais seriedade, é importante estimulá-lo a preservar essa paixão e autoconfiança. Confúcio estava certo ao dizer: "Escolha um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida".

    Ver Mais
  • A inclusão de crianças com TEA na escola

    Em 1987 na nossa primeira escola em Natal, Rio Grande do Norte, iniciámos um trabalho de educação inclusiva com crianças típicas e atípicas. Na época era um desafio imenso, havia poucos estudos sobre o assunto, mas estávamos bem acompanhados: tivemos apoio dos nossos professores na universidade e de absolutamente todos os pais dos nossos alunos. A escola era pequena, 200 alunos, e partindo do princípio de termos uma variedade enorme de nacionalidades dentro da escola, que era uma verdadeira Torre de Babel, conseguíamos ter informações e acesso a estudos, discussões e apoio de “quase” todas as partes.

    Ver Mais
  • Ansiedade de separação tem várias fases. Entenda!

    A ansiedade de separação é o nome atribuído ao sentimento de uma criança quando ela nota que está afastada dos pais - ainda que seja por poucos instantes. Ela faz parte do desenvolvimento e costuma ter seu pico entre o 10º e o 18º mês de vida. O início, no entanto, pode ser bem antes: já a partir do 4º mês, quando o bebê começa a perceber que a mãe é uma pessoa distinta dele, apesar de depender dela inteiramente, e isso se transforma em um temor de que ela desapareça ou o abandone.

    Ver Mais
  • Por que reduzir o sal no prato do seu filho?

    Pães, cereais, biscoitos, sucos e bolos industrializados. Essa lista faz parte da alimentação do seu bebê? Então, atenção. Ele pode estar consumindo mais sódio do que o necessário e, segundo uma pesquisa norte-americana, aumentando o desejo por comidas salgadas. E quanto mais sal na alimentação, você já sabe, maior são os riscos de hipertensão, problemas cardíacos e até derrame na fase adulta.

    Ver Mais